Matrícula Escolar em São José dos Campos 2020: Como Funciona? Veja Aqui!

As salas de aulas estão em processo de mudança no Brasil. Com a chegada da tecnologia, tablets, inclusão de materiais e metodologias inovadoras, as escolas se tornaram um laboratório de conhecimento, cultura e tecnologia.

Em São José dos Campos, no estado de São Paulo, a prefeitura defende a ideia de que todas as crianças – assim como na lei – devem ter sua vaga garantida em uma instituição pública. Se você deseja acompanhar o processo de inscrição em São José dos Campos para 2020, confira os tópicos abaixo:

Matrícula Escolar São José dos Campos 2020

Como se matricular nas escolas em São José dos Campos 2020

Para realizar a matrícula, é preciso ficar atento as datas corretas e aos documentos obrigatórios para a inscrição. O atendimento em São José dos Campos é feito direto na escola de interesse dos pais ou responsáveis pela criança ou adolescente.

De acordo com a Prefeitura, os responsáveis precisam levar:

  • Carteira de Identidade (tanto do matriculado quanto do responsável);
  • Comprovante de residência legal;
  • Certidão de Nascimento;
  • Carteira de Vacinação;
  • Declaração de transferência (se for o caso);

Vale lembrar que a inscrição não garante a matrícula. A Secretaria de Educação da cidade alega que o órgão leva em consideração os critérios: área de abrangência, idade, irmão matriculado na rede municipal e disponibilidade de vaga. Tudo isso faz a diferença para definir ou não a efetivação da matrícula.

Mesmo assim, para 2020, a postura de que nenhuma criança fica sem escola continua mantida.

Quem pode se candidatar para as vagas

Em edital, a Prefeitura de São José dos Campos afirma que podem ser matriculados os candidatos que estejam começando na vida escolar (nascidos entre 2013 e 2014), alunos transferidos de outros colégios e estados e também jovens que nunca frequentaram o Ensino Fundamental.

Vale lembrar que, caso seus filhos ou você esteja dentro dessas regras, o cadastro deve ser feito conforme foi informado no tópico acima, indo até a escola desejada. Em caso de lotação, os alunos serão classificados em uma lista única atualizada constantemente no site www.sjc.sp.gov.br.

Em caso de transferência, o edital prevê que as matriculas devem ser informadas à direção da escola durante o mês de janeiro e durante o ano letivo.

Candidatar em instituições privadas

Para matricular seu filho em um colégio privado de educação particular, o cidadão precisa ir até a escola desejada e apresentar os documentos exigidos por cada instituição. A prefeitura lembra que cada escola tem uma forma de matrícula, mas todas elas precisam ser feitas baseadas no padrão do Ministério da Educação.

Mesmo assim, a instituição municipal tem convênio com algumas escolas particulares para, em caso de falta de vagas, conseguir adicionar novos alunos de modo que ninguém fique sem estudar.

Educação Infantil

Assim como nos outros modos de ensino, a matrícula da Educação Infantil também é feita diretamente nos centros municipais ou creches particulares. Na Rede Pública os responsáveis podem apontar até quatro opções de escolas de interesse.

Gilmar Penter

Fotógrafo, ator e comunicador. Gil é apaixonado pelas artes e pela aventura que é a vida. Nas palavras, vê uma chance de mudar o mundo, mesmo que para isso tenha que vir até ele, afinal, passa muito mais tempo no mundo da lua.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content